sábado, agosto 27, 2016

Star Trek Beyond



Muito Bom! Um universo que sempre nos surpreende. Uma boa história, bons actores e muito bons efeitos especiais! Gosto bastante das ligações entre o passado e o presente da série. Está muito bem imaginado. Ficção Cientifica pura com muitas aventuras! Nem vale a pena dizer mas, se são fãs do género, vão ver.

domingo, agosto 21, 2016

Bridegroom

Um grande murro no estômago...



Agosto em Lisboa

Tenho sempre a sensação que os lisboetas não aproveitam Lisboa. Que vivem cá mas assim que podem, nas férias ou nos tempos livres, escapam para fora da cidade acabando por não desfrutar o que esta cidade linda tem para oferecer aos seus habitantes e que acaba por ser conhecido mais pelos turistas.

Eu não sou assim, talvez por cá em casa estarmos ligados ao turismo ou talvez por eu não ser um lisboeta de nascimento e ter sempre curiosidade de aproveitar a cidade como um turista.

E assim foi, uns dias de férias em Agosto são muito bons para explorar a cidade com amigos que nos visitam. E aqui ficam algumas imagens!! 


Belém 


Mosteiro dos Jerónimos


Arte de Rua em Belém


Palácio de Queluz


Palácio de Queluz


Jardins do Palácio de Queluz


Luz e Som no Terreiro do Paço



No cimo do Arco da Rua Augusta


Selfie com o Tejo atrás!

sexta-feira, agosto 19, 2016

O Amigo Gigante


Um filme que achei engraçado mas que não me cativou. Talvez seja muito infantil, acaba por ser uma sucessão de imagens de animação bonitas e bem feitas mas com uma história assim-assim. Eu sou um apreciador de histórias para crianças mas esta não me tocou. 
Quem chamou a este filme o "ET" deste século não percebeu nada do "ET".

quarta-feira, agosto 17, 2016

STRANGER THINGS

Fantástica! Fabulosa! Imaginativa! Interessante! ...

São tantos os adjectivos que podem classificar esta série de televisão que me deixou agarrado ao écran do Ipad. Pode ser um híbrido dos filmes "Os Goonies" ou "Stand By Me" com um episódio dos "Ficheiros Secretos". Pode ser o que quiserem... desde que vejam. É muito bom!!


segunda-feira, agosto 15, 2016

Me Before You



Eu não costumo ir ver este tipo de filmes, românticos de fazer chorar as pedras da calçada, mas desta vez aconteceu e não me arrependi. A história principal é um romance, com lembranças do "Dying Young" que gostei tanto há muitos anos. O que faz este filme ganhar são os detalhes, as bonitas paisagens e sobretudo os actores que acreditaram no texto e lhe dão vida. A Emilia Clarke está fabulosa (que eu reconheci mas que não me lembrei de onde e depois fiquei espantado com a versatilidade da actriz) e até me fez chorar a rir com três ou quatro saídas certeiras e o restante elenco, Sam Claflin (Jogos da Fome), Matthew Lewis (Harry Potter), Brendan Coyle (Downton Abbey) também muito bons. Se não fosse o elenco seria um filme banal. E no final, se são daquelas pessoas que choram nos filmes... bem, levem lenços de papel. O tema apesar de sério é tratada muito ao de leve sem pretensões de discussões aprofundadas. É uma triste realidade.

quinta-feira, julho 21, 2016

Tarzan, 2016


Fui ver esta nova versão de Tarzan um bocado por arrasto mas não me arrependi. A história está diferente das versões mais antigas deste herói das selvas do Congo. Está fresco, interessante e imaginativo. Fez.me lembrar os livros que li há muitos anos sobre o personagem de Edgar Rice Burroughs.
Os efeitos especiais estão muito bons mas por vezes parece que são usados em demasia, quase aproximando o visual do filme com o de um bom jogo de computador.
Os personagens principais, o Tarzan (Alexander Skarsgard) e a Jane (Margot Robbie) estão muito bem, assim como o maquiavélico Leon Rom (Cristoph Waltz).

segunda-feira, julho 18, 2016

Arquipélago



A escrita do Joel Neto é acolhedora. Tem o gosto de um regresso ansiado, de uma lareira no inverno, de um domingo de chuva. Reconforta-nos como uma canja, quando estamos doentes. Ajuda-nos a buscar boas memórias e a saboreá-las com nostalgia. Gostei bastante. A história é muito completa e tanto o personagem José Artur como todas as que povoam este romance são muito interessantes e complexas, quase como se fossem verdadeiras. É uma história cheia de outras histórias. É sobre os Açores, sobre a ilha Terceira, sobre paixões, sobre a solidão, sobre família, sobre o que nos aproxima e afasta dos outros, sobre o sentido da vida, sobre cães, sobre vacas, sobre rituais, sobre casas e sobre vinganças. É um livro poético, apesar de se tratar de uma narrativa. Casa a história de Portugal e dos Açores com o esoterismo da vida e as lendas de Atlântida. Por tudo isto e muito mais, aconselho a sua leitura. E fico curioso sobre o que o autor nos poderá apresentar a seguir...