terça-feira, outubro 11, 2016

A Rapariga do Comboio


Um boa adaptação do livro, muito boas representações de Emily Blunt e de Haley Bennet. Uma história de um crime e de pessoas devastadas pela sua infelicidade.
Recomendo!

segunda-feira, outubro 10, 2016

A Invenção da Natureza



Numa altura em que a biologia se misturava com a religião e que as explicações de muitos mistérios naturais eram justificadas pela “vontade e criação de deus”, nasceu o alemão Alexander von Humboldt, um explorador nato com uma curiosidade imensa por tudo o que a natureza lhe mostrava mas não explicava. Nesta fantástica biografia escrita por Andrea Wulf, ficamos a conhecer o personagem Humboldt assim como muitos outros cientistas e pensadores da época que viveram e foram influenciados pelas suas pesquisas nas mais variadas áreas. Humbodt foi o primeiro a ver o planeta Terra como um todo e a interligar muitos fenómenos naturais variados. Numa época em que os cientistas estudavam em livros e laboratórios, Humboldt ia para o campo, viajava e concluía que as plantas, os animais, os fenómenos climáticos, a geologia, os vulcões e mesmo os povos reagiam e eram influenciados uns pelos outros. Nada era estático. Tudo fazia parte da Natureza! Este livro dá-nos também um interessante retrato da sociedade do séc. XIX e uma boa descrição de todos os países, culturas e personagens com as quais Humboldt se cruzou e estudou. Muitas das ideias de Humboldt eram vanguardistas e nem sempre foram bem aceites mas o seu gosto por ensinar e partilhar os resultados dos seus estudos fez dele um dos maiores e mais conhecidos investigadores da sua época. Este livro vem preencher a lacuna que ficou na história e que o tempo fez esquecer. A autora adianta algumas razões políticas para justificar o esquecimento do mundo de Humboldt, da sua vida e das suas obras de importância vital para o desenvolvimento da ciência e da sociedade em geral. Com a leitura deste livro podemos regressar a esse tempo e repensar em tantas questões que hoje, cada vez mais, são de extrema importância. Esquecer Humboldt não é uma opção e a leitura deste livro é um prazer e um enorme crescimento individual. Eu li a versão original, em inglês, mas existe uma tradução e edição portuguesa.

domingo, outubro 09, 2016

Um Caso Tipicamente Inglês




Um policial numa pequena aldeia na Inglaterra pós 2ª Guerra Mundial onde há de tudo um pouco, espiões, uma actriz em retiro, um castelo com os seus típicos caseiros e uma família aristocrata disfuncional cujo patriarca desapereceu há sete anos numa noite de nevão. uma escritora a viver numa torre, um cavalo com personalidade, um herdeiro morto na guerra e muitos mais personagens típicos. Quando um esqueleto aparece debaixo do soalho da capela o desaparecimento passa a crime e com a inactividade da polícia local, só resta ao hospede do castelo a resolução do mistério. Gostei de ler mas por vezes pareceu-me que a autora despacha um bocado a história. não há tempos mais mortos ou descritivos. Pode ser também pelo facto de este livro pertencer a uma série e talvez mais seja mostrado nos próximos volumes. A pontuação correcta seria 3,5 estrelas, mas como o Goodreads não permite, ficam as 4 estrelas pela história que tem potencial para se desenvolver.

sábado, outubro 08, 2016

Casa da Senhora Peregrine para Criancas Peculiares


Uma fantasia muito bonita e bem imaginada, com uma história muito interessante e cuidada onde os actores mais desconhecidos brilham mais do que nomes mais famosos. Mas o que gostei mais foi de todo o ambiente fantástico e a história de certo modo comovente. Um fil de Tim Burton mas como menos exageros do que o que o realizador nos tem habituado em outras fitas. Adorei e quero ler os livros (sei que há pelo menos três publicados). Vão ver!!

sábado, agosto 27, 2016

Star Trek Beyond



Muito Bom! Um universo que sempre nos surpreende. Uma boa história, bons actores e muito bons efeitos especiais! Gosto bastante das ligações entre o passado e o presente da série. Está muito bem imaginado. Ficção Cientifica pura com muitas aventuras! Nem vale a pena dizer mas, se são fãs do género, vão ver.

domingo, agosto 21, 2016

Bridegroom

Um grande murro no estômago...



Agosto em Lisboa

Tenho sempre a sensação que os lisboetas não aproveitam Lisboa. Que vivem cá mas assim que podem, nas férias ou nos tempos livres, escapam para fora da cidade acabando por não desfrutar o que esta cidade linda tem para oferecer aos seus habitantes e que acaba por ser conhecido mais pelos turistas.

Eu não sou assim, talvez por cá em casa estarmos ligados ao turismo ou talvez por eu não ser um lisboeta de nascimento e ter sempre curiosidade de aproveitar a cidade como um turista.

E assim foi, uns dias de férias em Agosto são muito bons para explorar a cidade com amigos que nos visitam. E aqui ficam algumas imagens!! 


Belém 


Mosteiro dos Jerónimos


Arte de Rua em Belém


Palácio de Queluz


Palácio de Queluz


Jardins do Palácio de Queluz


Luz e Som no Terreiro do Paço



No cimo do Arco da Rua Augusta


Selfie com o Tejo atrás!

sexta-feira, agosto 19, 2016

O Amigo Gigante


Um filme que achei engraçado mas que não me cativou. Talvez seja muito infantil, acaba por ser uma sucessão de imagens de animação bonitas e bem feitas mas com uma história assim-assim. Eu sou um apreciador de histórias para crianças mas esta não me tocou. 
Quem chamou a este filme o "ET" deste século não percebeu nada do "ET".