domingo, outubro 30, 2005

O Crime do Padre Amaro

Há muito tempo que não ia ver cinema português no grande écran, mas hoje decidimos ir ver o "O CRIME DO PADRE AMARO", que aconselho a todos.
Para aqueles que leram o livro, esta história moderna é, como eles lhe chamam no início do filme, uma adaptação livre da obra de Eça de Queirós.
Eu li o livro há muitos anos, quando vi na novela "A GABRIELA" as personagens da Malvina e Gerusa a lerem o romance às escondidas, como se fosse um romance proibido.
Gostei muito e mesmo nessa altura percebi a forte crítica à igreja católica. No entanto esta versão moderna é uma crítica muito mais forte e crua. Acredito que muitos católicos e puritanos saiam das salas de cinema incomodados.
As cenas de sexo são muito bem feitas e cuidadas. Eu fico sempre um pouco envergonhado quando vejo cenas de nus com actores portugueses porque são actores que conhecemos de outros programas. É como se vissemos um familiar nu.
Todo o filme é um festival de bons actores e boas representações. O Nicolau Breyner tem uma grande interpretação, a Ana Burstof também e mesmo o novato João Corrulo, que interpreta a personagem principal, faz um Padre Amaro muito bom (em todos os sentidos).
Resumindo: Está muito bom. Vão ver!

Image hosted by Photobucket.com

2 comentários:

naCasca disse...

E a versão espanhola? seria possivel uma breve comparação?

Draco disse...

Não vi essa versão.

É puro preconceito mas não consigo gostar de uma obra portuguesa falada em outra língua. Ainda por cima um Eça de Queirós!