segunda-feira, dezembro 26, 2005

Natal na Casa dos Pais

Pois é... já passou o Natal.
Agora venha a passagem de ano e termina a quadra festiva, para a qual eu não tenho muita paciência! Parece-me sempre que são festividades por obrigação e eu gosto pouco de coisas obrigatórias.
No Sábado lá fomos os dois e os dois cães para o Alentejo. Apanhámos pouco trânsito, o que foi bom. O meu irmão e cunhada já lá estavam e a minha mãe andava atarefadíssima, como sempre.
O Paulo pôs a mesa, música natalícia, etc. Eu ajudei. Acender a lareira é sempre a minha função!
Correu tudo bem. Pela primeira vez tudo se passou como uma família.
É bom ser assim, mas é pena que tenha demorado tanto!...
Para mim o Natal é a minha mãe.
Experimentou receitas de doces conventuais novos, enfeitou a casa, trabalhou que nem uma moura para que tudo estivesse perfeito.
Preocupou-se com todos. Com os presentes, com o fazer as coisas preferidas de cada um.
Pouco se preocupa com ela e no dia 25 à tarde estava com um ar muito cansado.
Já são 58 anos!
Queixa-se sempre que estamos pouco tempo! Chora ao ver-nos partir!
Dá uns abraços como ninguém...
E depois, mesmo com toda a trabalheira, tem tempo para os mimos que a tornam diferente... Na mesa de cabeceira de cada filho e do Paulo havia um pequeno arranjo de flores. Apesar de só lá dormirmos uma noite, há sempre uma preocupação, um mimo, um carinho...
O meu Natal é a minha mãe!


Image hosted by Photobucket.com

Arranjo da minha mesa-de-cabeceira com as minhas orquídeas apanhadas no nosso jardim.

4 comentários:

armario disse...

Olá.

Ainda bem que correu tudo bem! Pode ser que daqui a uns anos eu também possa ir acompanhado com o B. passar o Natal em família.

fastminds disse...

Fico contente por tudo ter corrido bem ;) Fico mesmo feliz...é um óptimo sinal!

Draco disse...

Ainda ontem a minha mãe mandou uma mensagem ao Paulo a agradecer-lhe a ajuda por tudo, por ter posto a mesa, ajudado na cozinha, etc...

fastminds disse...

:)