terça-feira, dezembro 27, 2005

Mensagem de Ano Novo

“Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar
irritado algumas vezes, mas não
esqueço de que minha vida é a maior
empresa do mundo. E que posso evitar que
ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver,
apesar de todos os desafios, incompreensões
e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos
problemas e se tornar autor da própria
história. É atravessar desertos fora de si, mas ser
capaz de encontrar um oásis no
recôndito da sua alma. É agradecer a Deus
a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo. É ter coragem
para ouvir um “não”. É ter
segurança para receber uma crítica,
mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...”

Fernando Pessoa.

segunda-feira, dezembro 26, 2005

Natal na Casa dos Pais

Pois é... já passou o Natal.
Agora venha a passagem de ano e termina a quadra festiva, para a qual eu não tenho muita paciência! Parece-me sempre que são festividades por obrigação e eu gosto pouco de coisas obrigatórias.
No Sábado lá fomos os dois e os dois cães para o Alentejo. Apanhámos pouco trânsito, o que foi bom. O meu irmão e cunhada já lá estavam e a minha mãe andava atarefadíssima, como sempre.
O Paulo pôs a mesa, música natalícia, etc. Eu ajudei. Acender a lareira é sempre a minha função!
Correu tudo bem. Pela primeira vez tudo se passou como uma família.
É bom ser assim, mas é pena que tenha demorado tanto!...
Para mim o Natal é a minha mãe.
Experimentou receitas de doces conventuais novos, enfeitou a casa, trabalhou que nem uma moura para que tudo estivesse perfeito.
Preocupou-se com todos. Com os presentes, com o fazer as coisas preferidas de cada um.
Pouco se preocupa com ela e no dia 25 à tarde estava com um ar muito cansado.
Já são 58 anos!
Queixa-se sempre que estamos pouco tempo! Chora ao ver-nos partir!
Dá uns abraços como ninguém...
E depois, mesmo com toda a trabalheira, tem tempo para os mimos que a tornam diferente... Na mesa de cabeceira de cada filho e do Paulo havia um pequeno arranjo de flores. Apesar de só lá dormirmos uma noite, há sempre uma preocupação, um mimo, um carinho...
O meu Natal é a minha mãe!


Image hosted by Photobucket.com

Arranjo da minha mesa-de-cabeceira com as minhas orquídeas apanhadas no nosso jardim.

terça-feira, dezembro 20, 2005

Porque é Natal ...

O piloto português acusado de trafico de droga chega hoje a Portugal. Após 14 meses na prisão, o piloto foi ilibado de todas as acusações (!), e para isso foram necessários 14 meses da sua vida!

Porque é Natal...

... A criança recém nascida de Viseu, vítima de abusos sexuais (!) e maus tratos (!) praticados pelos pais, recupera no hospital de Coimbra.
As cicatrizes vão sarando mas várias mazelas, como a perda da visão, poderão ficar para o resto da sua vida...

Natal em Família

O primeiro ano em que conheci o Paulo, ele passou o Natal connosco. No entanto, para todos os outros, ele era um amigo! Depois com a revelação de quem ele realmente era, foi-lhe vetado o direito de participar nestas reuniões familiares. Até que... o ano passado ele voltou a passar com a minha familia e mais alguns amigos. Este ano - e passados 12 anos do primeiro Natal - este vai ser o primeiro em que vamos passar só em família - Os meus avós, os meus pais, o meu irmão e a esposa, eu e o Paulo.
Ele está entusiasmadíssimo, eu estou apreensivo!...

Heróis

Tenho (poucos) alguns heróis e este senhor era um deles.
O meu livro de cabeceira do momento é a biografia autorizada deste Senhor naturalista, que comprei quando estive em Londres no passado mês de Março.
Estou numa fase da minha vida em que preciso de alguns bons exemplos a seguir...

O Rei Kong

A minha empresa este ano decidiu não fazer um jantar de Natal e fomos, em vez disso, todos ver o filme King Kong no Beloura Shopping, nos lugares VIP.
O filme, de três horas e tal, foi muito bom e cheio de acção.
A "escola" de realizar os três filmes d' O Senhor dos Anéis deu resultado e o filme está espectacular, com bastantes efeitos especiais, mas muito bem feito, com muita aventura e com uma história muito boa.
Vão ver!

Image hosted by Photobucket.com

Cena Natalícia???

Domingo de manhã. 19 de Dezembro.
O meu companheiro põe um CD natalício a tocar e diverte-se na cozinha a inventar embrulhos coloridos e cheios de laçarotes...
... a coisa demorou mais de duas horas.
Eu procurei o meu espírito natalício, que continua perdido, e como não o encontrei, saí e fui tratar dos animais à loja!
Quando voltei passada uma hora e tal o Natal ainda lá estava. Sentei-me no sofá e dormitei com o Igor - o meu cão - enquanto ouvia o CD Swing When You're Winning do Robbie Williams!
Será isto Natal?

sexta-feira, dezembro 16, 2005

Doce Doença

Terminei o livro "DOCE DOENÇA" da Patricia Highsmith.
Sinceramente desiludiu-me um pouco pois esperava um final mais espectacular.
A história também é muito "enrolada" e a personagem mete-se numa "teia" onde só aquele final seria possível.
Enfim. Foi um pouco cansativo!

Agora não tenho nada em casa que me apeteça ler...

sexta-feira, dezembro 09, 2005

As Crónicas de Nárnia

Já há bastante tempo que eu conheço o mundo de Nárnia. O livro "The Lion, the witch and the wardrobe" foi o primeiro livro que li em inglês.
C.S. Lewis já foi encarnado pelo Anthony Hopkins no filme "Shadowlands", um filme que gosto muito, e é engraçado como este livro, escrito há tanto tempo, inspirou tantos outros livros de aventuras mágicas mais modernos e bastante conhecidos.
O filme está muito bom, com uns efeitos especiais muito bons, cenários e personagens fantásticos. Muito bem feito.
Adorei o casal de Castores e também da Rainha, muito poderosa e bem representada.
Um bom filme para esta quadra natalícia.
Não deixem de ir ver.


quinta-feira, dezembro 08, 2005

Leituras

Terminei o Eragon e gostei apesar de não ser nenhuma obra-prima. É um bom livro, com uma boa história, mas com pouca originalidade. Já tenho o segundo volume, o Eldest, mas vou esperar mais um bocado até pegar nele.
Entretanto comecei a ler o DOCE DOENÇA, da Patricia Highsmith. Gosto muito da maneira de escrever dela. Já li quase todos os Ripleys e mais alguns e este esperava na prateleira desde a Feira do Livro de Lisboa, em Junho passado.
Está a ser muito bom!
O teaser da capa está simplesmente apetitoso:
" A casa de David ... era para ela
A vida de David ... era para ela
O amor de David ... era para ela
Mas ela era casada
E o David tinha que fazer qualquer coisa..."


Image hosted by Photobucket.com

Update in Life

Tenho andado pouco participativo no blog porque tenho andado ocupadíssimo na minha loja. Um dos meus funcionários despediu-se e, apesar de já ter um substituto, tenho que dar bastante assistência e numa loja de animais temos muitos seres vivos dependentes de nós! Enfim, já estou agora um pouco mais aliviado.
Entretanto como tenho estado 12h por dia na loja, pouca coisa se tem passado na vida vida. Tem sido Casa, Trabalho, Casa!
O Natal está aí mas eu ainda não entrei no ritmo. Ainda não comprei nenhuma prenda, decidimos não enfeitar a nossa casa porque vamos passar o Natal a casa dos meus pais, no Alentejo e sinceramente nem me apetece escrever as dezenas de postais de Natal que costumo escrever todos os anos, não tenho paciência, vontade, dinheiro ... vamos ver se isto anima porque estou mesmo sem espírito natalício este ano.

quarta-feira, dezembro 07, 2005

Espírito Natalício

PROCURA-SE:
ESPÍRITO NATALÍCIO!

É urgente pois pode já não ser preciso quando for encontrado!