terça-feira, junho 06, 2006

Crónicas de Amsterdão

De regresso desta 'pequena' viagem por Amsterdão, deixo aqui, para os mais curiosos algumas considerações sobre a mesma.
A cidade não me apaixonou. Não é uma cidade feia, no entanto não é uma cidade deslumbrante.
A construção da cidade de Amsterdão foi fundada por uma série de canais artificiais ligando as ramificações de outros canais já existentes. Enfim, é água - castanha - por todo o lado.
O meu companheiro achou muito bonito, eu nem por isso. Em vez do normal tour num autocarro 'hop on, hop off', fizemos o mesmo de barco pelos canais. Foi engraçado.
Em termos de Arte visitámos a casa do Rembrandt, que achei muito curiosa e claro, a luminosidade dos seus quadros é espantosa. Depois fomos ao museu Van Gogh onde pudémos também admirar muitas das suas obras famosas.
De resto andámos a passear pela cidade. Gostei muito do mercado das flores. As pessoas são simpáticas, fala-se o inglês por todo o lado. A língua holandesa é muito àspera de se ouvir. Nada bonita.
E aqui ficam alguns postais ilustrados...


A rua do nosso hotel



Um restaurante muito bonito com as torres cónicas



Uma das margens dos canais e as malditas bicicletas



O Canal Cruise na margem oposta ao HARD ROCK CAFE



O parque da cidade.



O mercado das flores. Muito bonito e colorido!

3 comentários:

RC disse...

Depois de tanto tempo ausente, voltei na hora de te apanhar em viagem. Apetece visitar... Até breve

fastminds disse...

Parece-me uma cidade muito agradável... Porquê "malditas bicicletas"???

Em toda essa zona, creio que a cidade mais apetecível deve ser Antuérpia.

Abraços

Draco disse...

Porque há bicicletas por todo o lado, que não respeitam sinais, nem passeios, nem peões, nada!