quarta-feira, maio 31, 2006

Holanda

Eu bem que pedi um país mais fresquinho e vou tê-lo mesmo que só por quatro dias.
Vamos amanhã passar um fim-de-semana grande a Amsterdão. Acho que as temperaturas por lá rondam os 10ºC.
Eu não conheço ainda.
Espero descansar e espairecer!
Até Segunda!

terça-feira, maio 30, 2006

Um país fresco!

Estou seriamente a pensar em mudar-me para um país mais fresco.
Não vou aguentar muitos anos com estas temperaturas!!!!
:-(

segunda-feira, maio 22, 2006

The Da Vinci Code




Ao fim da tarde de Domingo, fui ver o filme "O Código Da Vinci".
Gostei bastante. Ao contrário de algumas críticas que li, achei que a adaptação do livro estava muito bem feita. Muito fiel ao livro. Gostei de ver a história passada ao grande écran, o que muitas vezes não acontece.
Achei que os actores estavam bem. Salientando o Ian Mckellan que está fantástico.
Um destes dias, quando tiver tempo, escrevo sobre o conteúdo do filme.
Vão ver...

Sir Arthur Conan Doyle

Foi no dia 22 de Maio, de 1859, que nasceu em Edimburgh, na Escócia, um dos maiores escritores de ficção policial de sempre.
O seu personagem mais conhecido foi, sem dúvida, o Sherlock Holmes.
Nasceu há 147 anos, mas continua vivo na nossa imaginação e em todos os romances policiais que escreveu.


Estátua de Sherlock Holmes em Edimburgh

sábado, maio 20, 2006

sexta-feira, maio 19, 2006

Festival da Eurovisão da Canção - Eliminatórias

Ontem cheguei a casa, ligo a televisão e... estão a dar as eliminatórias para o Festival Eurovisão da Canção.
Mais uma vez lá fomos eliminados. E as nossas meninas, as NON STOP estavam tão pindéricasitas. Coitaditas!
Entretanto eu pensava que já tinha visto tudo no Festival da Eurovisão, mas afinal não tinha. Não prestei muita atenção mas vi seres extraterrestres a cantar, ouvi canções com a letra constituída por uma única frase. E passaram as eliminatórias.
Enfim, é e será sempre o bom do festival da Canção...
O meu companheiro torcia pela Croácia (isto é que é patriotismo) que também ficou de fora.

Slow Reader

É o que eu sou... um Slow Reader.
Não há dia em que não leio um bocadinho, mas leio pouco. Quando andava de transportes públicos lia mais.

Terminei AS CRÓNICAS DE SPIDERWICK. Já li os cinco livros sobre as aventuras dos três irmãos num misterioso mundo fantástico que está mesmo ao nosso lado e que nós - os humanos - nunca o vemos.
São livros para todas as idades. Muito divertidos de ler.



Entretanto comecei a ler ELDEST, no seguimento do ERAGON. Mais uma vez um mundo fantástico. Este parece que é o segundo volume de uma trilogia. (já estou um pouco cansado de trilogias).
Entretanto encontrei o site oficial dos livros em português. Para os interessados, aqui fica: http://gailivro.pt/eragon/

quinta-feira, maio 18, 2006

Da Vinci Code - O Filme

Após a exibição no festival de Cannes, estreia hoje o filme baseado no livro de Dan Brown que já entusiasmou milhões de leitores por todo o mundo.
É altura de ver as personagens adquirirem corpo e voz.
Os criticos parece que não gostaram, mas também quem é que liga aos criticos?
Por aqui, parece que vou ver neste fim-de-semana!
A espectativa da minha parte é alguma, apesar de nunca ter visto um filme que supere o livro adaptado.

terça-feira, maio 16, 2006

Os animais não gostam da IAMS

Quem tem cães e gatos em casa ou mesmo quem goste de animais, não pode ficar indiferente a isto.

Uma investigação de 9 meses mostra as condições e testes feitos a cães e gatos pela empresa da marca de rações para Cães e Gatos da IAMS.

Quem compra supostamente gosta de animais, mas quem fabrica o produto está-se borrifando para deles. O que interessa são os cifrões.

Continuar a ler em http://www.iamscruelty.com/

Passem a mensagem.

Os meus animais não gostam da IAMS!!!!

E o tempo passa ...

Sim, o tempo passa e eu sem vir aqui escrever. O Blog está vivo, digamos que se encontra em estado de meditação.
Muito trabalho. Na sexta-Feira fui a França a uma exposição. A zona dos Pirinéus perto de Bilbao é linda, linda, linda... quem me dera lá ficar uns diasitos para carregar as baterias, mas não há tempo, não há tempo, não há tempo... e também não fui com quem queria, por isso, um destes dias, talvez.
Ontem foi um dia mau, foi dia de pagar o IVA da empresa. É sempre mau. Abala-nos as finanças todas, ainda por cima com toda a gente que vemos por aí a vender animais e produtos por fora, sem terem problemas com impostos. Enfim, é o país que temos! Quando estou cansado desanimo com mais facilidade!
Não fui ao cinema, as leituras vão lentas e as relações (sociais) com os outros não estão famosas!

terça-feira, maio 09, 2006

Laramie

No passado Sábado fomos ver a peça de teatro Laramie, que está no Teatro Maria Matos.
Foi bom por várias razões. Primeiro, gosto sempre de ir ao teatro e vou poucas vezes. Este ano já vi duas peças o que já não é mau. Vamos ver se não perco o hábito.
Depois, porque fomos com um pequeno grupo de amigos, todos gays, e também já há tempo que não fazia nada assim, com alguém da irmandade. Nós éramos 6 mas haviam muitos mais naquela noite no teatro, também devido à temática da peça, claro.

O teatro está todo remodelado, moderno, muito bonito, mas aquelas cadeiras fazem uma dor nas costas que nem vos conto. Será que ninguém experimenta as cadeiras? Ninguém se lembra que são cadeiras que deverão ser confortáveis porque o público vai lá ficar sentado nelas perto de 2 horas? Enfim...

De resto, a peça está muito boa. É como ver um documentário sobre o assassínio de Matthew Sheppard na cidade de Laramie, no Wyoming. Esta peça é baseada em factos reais. Os actores são muito bons, a peça é moderna, de cenário simples e minimalista mas está bastante bem. Cada actor representa várias personagens e a história vai evoluindo com os comentários dessas personagens. Está muito interessante.

Só está em cena até dia 21 de Maio. Se puderem vão ver.

quinta-feira, maio 04, 2006

O Rosto de um estranho

Terminei na madrugada de hoje o romance policial "O ROSTO DE UM ESTRANHO", de Anne Perry.
Gostei bastante. Gostei de todo o ambiente. Da descrição da época vitoriana, tanto das personagens como dos ambientes da cidade de Londres.
A história está muito interessante, muito bem imaginada e entrelaçada de modo a tornar o enredo atraente ao leitor, página após página.
Um livro a ler.
E assim terminei de ler as minhas compras da Feira do Livro do ano passado. E no dia 25 deste mês já temos nova feira, onde o livro é o rei e a leitura a rainha...
Encontramo-nos lá?