segunda-feira, janeiro 05, 2009

Amália, o filme



Não me encantou. Gostei, mas faltou ali qualquer coisa.
Não gostei especialmente da caracterização da Amália. Em algumas cenas parecia um travesti. A Amália em Nova Iorque estava grotesca.
Gostei das partes da Amália mais jovem.
Gostei de alguns personagens secundários. A Carla Chambel, como irmã de Amália e a Ana Padrão, como mãe de Amália. Os dois olhares de Sofia Grilo estavam muito bem feitos. Os actores não brilharam muito.
Podem ver mais no site oficial do filme.

2 comentários:

Patrícia disse...

olá olá
feliz 2009! Que te traga tudo o que desejas.

Cá eu gostei do filme! fiquei surpreendida pela positiva. Mostrou a Amália como uma mulher, que por acaso tinha uma voz fabulosa. E não como uma diva perfeita, como é tendência geral.

Gostei da música e das interpretações. :)

beijinhos
Pat

anaaaatchim! disse...

Tenho curiosidade em ver o filme, mas talvez só seja possivel quando sair para DVD... a tua crítica deixa-me um pouco mais de pé atrás do que eu já estava, é que vi numa entrevista com a actriz, em que ela disse que não quis introduzir o gesto característico do "obrigada, obrigada!", e só isso já achei mal... que tipo de filme biográfico é este que não representa O gesto nem uma vez?...