quinta-feira, abril 16, 2009

Hoje perdi um amigo...


Veio viver comigo quando eu comecei a viver em Lisboa.
Acompanhou-me desde então. Até hoje.
O seu espírito felino continuará a brincar no jardim!
Adeus Chicco!

8 comentários:

nocas verde disse...

um abraço apertado, em nome do Lord Faramir... e no meu!

Alice disse...

Ooohh...essas coisas são sempre dificeis. Mando um abarço e um beijo para ajudar (se ajudar)...

Cristina Bernardes disse...

Um abraço amigo...

Livros e Outras Coisas disse...

No início, são as mágoas, a sensação da ausência e os suspiros tristes. Aos poucos, tomam o seu lugar as recordações mais doces e o sentimento de felicidade por termos tido um amigo tão querido. :) Ânimo! :)

pinguim disse...

Neste mesmo momento abracei-me ao meu "velhote" Boris e uma lágrima correu...
Abraço especial.

3za disse...

Conheço tão bem a sensação... Só o tempo ajuda a trazer para primeiro plano as boas e doces memórias...
Abraço sentido

Lesma Morta disse...

Bonita homenagem. Tive um cão 15 anos e aínda hoje quando me lembro dos momentos fantásticos que passamos juntos, a cumplicidade, as brincadeiras, a lealdade desinteressada, aínda hoje dizia, um nó aperta-me a garganta.

Um abraço

Jorge Santos Silva

larissa disse...

Ontem perdi meu amigo mais fiel que após lutar contra um rato no quintal adquiriu a leptospirose.Internado a 3 dias não resistiu e se foi me deixando o coração partido e uma tristeza sem tamanho.Cheguei hj do trabalho e onde estava aquele meu boxer tigrado q com as mais lindas bochechas me babava a jaqueta querendo me abraçar?Onde estiver meu IGOR obrigado por me dar os melhores momentos q uma amizade pode proporcionar.TE AMO pra sempre:(