quarta-feira, maio 01, 2013

O Colégio de Todos os Segredos


Uma história de mulheres e dos seus segredos mais (ou menos) importantes. A diferença entre o que acontece e como as histórias são contadas e 'remontadas' para atingir um objectivo. Mas não é essa a história da igreja católica?
Um colégio de freiras é criado e a sua história fica envolta em brumas da imaginação da madre Ravenel transposta para uma peça de teatro tradicionalmente representada pelas alunas do 9º ano. As relações entre as alunas, as mães e as freiras. Os jogos de ódio e sedução entre elas que as marca para sempre. As memórias que ficam e queimam. E ainda a estátua inacabada da 'Freira Vermelha'.
São várias histórias que se entrelaçam, em várias épocas da vida das freiras e alunas do colégio de Mount St. Gabriel.
Gostei de ler estas histórias que são interessantes e estão bem contadas. A escritora falha só na estrutura deixando o livro sem um final merecedor desse nome. Tendo estudado num colégio de freiras católicas, revi alguns pequenos episódios com interesse. No meu caso, talvez essas freiras e o meu colégio tenham feito de mim  o ateu que sou hoje.
Interessante.

Sem comentários: