sábado, julho 06, 2013

RIO DAS FLORES



Não sabia que ainda se escreviam livros assim. Adorei. Quero dar mais estrelas... posso? Pergunto-me porque é que não li este livro há mais tempo? Há com certeza alturas para ler certos livros e este foi o momento certo para lhe pegar, após vários anos a aguardar na minha estante! Sendo o autor uma pessoa mediática e cujas opiniões são conhecidas, adorei saber que da pessoa de Miguel Sousa Tavares existe uma sensibilidade que nos seus comentários não nos é revelada. As personagens são muito boas, muito reais e bem desenvolvidas. A situação política desde a queda da monarquia até ao final da segunda guerra mundial são bem descritas e sem se tornar cansativa. Uma verdadeira lição de história, dando-nos o escritor opiniões divergentes na ficção, sobre o que aconteceu na realidade. Mas o que mais gostei foi da história, dos ambientes, alguns que reconheço, e as teias que se formam entre as personagens, que têm algo que havia naquela época e que se perde com o avançar dos tempos. É um romance nostálgico e delicioso de ler. Terminei ontem e tenho já saudades daquelas 'pessoas'. O que é que esperam para levar esta história para o écran? Este é o primeiro livro que li do autor mas vou, com certeza, ler mais.

2 comentários:

João Roque disse...

Ler é uma coisa maravilhosa.
Quando se lê um livro de que gostamos, ficamos verdadeiramente felizes.
Ainda não me estreei no MST, embora esteja na lista, mas esta é interminável...
Estou a acabar um livro também excelente de um grande autor português - trata-se de "Sinais de Fogo" do Jorge de Sena.

A ver se me podes então emprestar aquele livro esgotado do J.Bayly - "Não digas a ninguém".

abraço.

O Sexo e a Idade disse...

Bonito mas bonito esse livro!
faz uns anos que o li e adorei!