segunda-feira, maio 05, 2014

Um quente Agosto

Há algum tempo que não vinha aqui e já tinha saudades.
Agora tenho algumas coisas sobre as quais escrever.

O filme UM QUENTE AGOSTO (Osage County)
Visto há já umas semanas mas ainda marcante pela história e pelas magníficas interpretações do fabuloso grupo de actores e especialmente actrizes. É um filme feito para os actores. Um filme de texto. De diálogo. É um espectáculo observar as interpretações e o trabalho dos actores.
Quanto à história, é uma história negra, negativa e desanimadora. Não deixa por isso de ser interessante mas gostaria que tivesse terminado com um tom de esperança ou, de alguma maneira, mais positivamente. Não termina.
Se a vossa família é estranha e cansativa, vão conhecer esta família e verão que a vossa, comparada com esta, parece um grupo de escuteiros.
Um filme a ver com disposição para isso. Eu gostei.



2 comentários:

nuno chaves disse...

Olá Zé das cenas que vi, agradou-me bastante, embora isso ás vezes, seja um engano, mas neste caso, creio que não.
Irei aguardar que saia para o vidoclube, para o poder ver cá por casa.
Um abraço para ti.

João Roque disse...

Gostei do filme, embora bastante violento.
MS é sempre excepcional, mas aqui quem me surpreendeu mesmo foi Julia Roberts, que merecia ter ganho o Óscar da melhor actriz secundária.