segunda-feira, maio 11, 2015

Stoner



Nos primeiros parágrafos o autor diz-nos que William Stoner não foi ninguém importante e que a sua vida não marcou ninguém. Depois conta-nos quem foi realmente W. Stoner e a sua vida passada como professor universitário. As suas origens, a sua história, os seus amigos, as suas paixões e a sua morte. Muito, para quem supostamente teria sido "ninguém"... Uma história interessante e bem escrita. Que se lê compulsivamente. É algo triste e cheia de silêncios, de coisas por dizer. Incomodou-me a passividade e a aceitação sem luta do personagem, as conversas onde não disse nada, as discussões que não teve e as atitudes que não tomou. Muitas vezes William Stoner parecia um mero espectador do que lhe ia acontecendo na vida, aceitando tudo o que a vida e as outras pessoas lhe reservavam. Merecia melhor, mas também pouco ou nada fez para alterar o seu destino. Fraco?... talvez. De qualquer maneira uma boa história.

Sem comentários: