segunda-feira, novembro 30, 2015

A Rapariga no Comboio



Um livro que se lê muito bem apesar de, no início, eu ter demorado a entrar no ritmo da narrativa. Digamos que este tipo de história não é o que mais me atrai mas como está bem escrito, acabou por ser difícil pousar o livro sem matar a curiosidade de saber o autor do crime. 
As personagens estão muito bem descritas, ambíguas e difíceis, como devem ser num policial. Mas não é nem um pedrada no charco nem um prémio nobel da literatura. Os "dois milhões de cópias vendidos em pouco tempo" devem de ser resultado de uma boa estratégia de maketing. É, simplesmente, um bom thriller policial. Aconselho a leitura para os apreciadores do género.

Sem comentários: